Ingredientes

  • 2 copos de arroz carolino Cigala
  • 4 dentes de alho picados
  • 500 g de berbigão
  • 1 mão mal cheia de sal grosso
  • 1 copo de vinho branco
  • 2 cháv. coentros picados
  • azeite q.b.

Autor

Cigala

Elaboração

  • Para preparar a sua receita de arroz de berbigão comece por descasque os quatro dentes de alho e pique-os. Em seguida, adicione um fio de azeite num tacho.

    De seguida, junte os dentes de alho bem picados e deixe cozinhar em lume brando até ficarem dourados.

    A seguir, junte os coentros picados em pedaços pequenos ao azeite e ao alho picado e envolva.

    Junte os berbigões ao preparado. Tape o tacho e deixe cozinhar por 3 minutos em lume brando para não queimar.

    Retire a tampa e adicione o vinho branco aos berbigões previamente adicionados.

    Tempere com sal e coloque novamente a tampa no tacho. Abane ligeiramente e deixe cozinhar durante mais 2 minutos.

    Retire os berbigões do tacho e meça a quantidade de caldo que ficou da cozedura.

    Depois adicione o Arroz Cigala Carolini ao caldo que restou e adicione o restante de água até perfazer o dobro da medida de arroz. Tempere novamente com mais um pouco de sal a gosto e adicione os restantes coentros. 

    Envolva bem e deixe o arroz cozinhar por cerca de 12 minutos. Dois minutos antes de acabar o tempo de cozedura adicione os berbigões previamente preparados.

    Quando o arroz já estiver cozido decore com uma folha de salsa e sirva de imediato.

    Sabia que o berbigão tem uma quantidade de ferro superior à da carne?

    Este molusco é, assim, uma excelente opção no combate a sintomas associados à falta deste mineral, como a anemia, fadiga frequente, cefaleias e facilidade de infeções.

    O berbigão faz parte da tradição gastronómica portuguesa, sendo uma espécie bastante abundante e tipicamente apanhada à mão em várias regiões do país. 

    É saboroso, doce e tem um travo a maresia que nos traz à memória os longos dias de verão na praia. Esta receita de arroz de berbigão é uma excelente forma de o degustar, mas este molusco também brilha em pratos de marisco mais complexos, como as cataplanas. 

    Bom apetite!

     

Também podes gostar